Bruxismo

Bruxismo é uma atividade dos músculos da mastigação. Ocorre além da função normal e se manifesta como apertamento, ranger de dentes ou adotar uma postura tensa da mandíbula (mordiscar lábio ou jogar o queixo para lado).

Além do relato do paciente, o diagnóstico passa por achados clínicos como: marcas na língua ou bochechas, fadiga muscular, músculos hipertrofiados, histórico de fratura de restaurações e/ou desgastes dentários.

Bruxismo não é DTM. Isso significa que o paciente pode ter Bruxismo e não apresentar sinais ou sintomas de DTM, assim como pode ter DTM e não ter indícios de Bruxismo. Existe uma relação entre eles, mas nem sempre ela está presente.

Atualmente o Bruxismo é classificado em Bruxismo no Sono e da Vigília. E conforme sua fisiopatologia Primário ou secundário.

Bruxismo no Sono   

É uma atividade muscular que ocorre durante o sono e pode se manifestar como: Ranger de dentes (o que muitas vezes provoca ruídos e é percebido por terceiros) ou apertamento dentário (só força é exercida, sem movimentação e assim não pode ser ouvida por terceiros).

Os pacientes com Bruxismo do Sono, frequentemente, apresentam uma sensação de fadiga e/ou dor muscular ao acordar. Relatos de fraturas de dentes e restaurações também podem acontecer.

O Bruxismo do Sono pode ser primário, ou seja, ele é uma manifestação do Sistema Nervoso Central nos ciclos iniciais do Sono. As pesquisas apontam para alguns fatores genéticos e aspectos emocionais intermediando os eventos.

Mas o Bruxismo do Sono pode ser também secundário ao uso de algumas medicações, a condições neurológicas, distúrbios gastroesofágicos e distúrbios respiratórios do ono (como a Apneia Obstrutiva do Sono, por exemplo).  

O Bruxismo do Sono está muito relacionado com micro despertares (momentos em que há uma superficialização do sono, mas não acordamos conscientemente). Sendo assim medidas simples que melhoram a qualidade do sono muitas vezes colaboram para diminuição dos eventos de Bruxismo.

Algumas sugestões: Evite bebidas estimulantes ou exercícios antes de dormir; prefira ambientes silenciosos e escuros e atividades relaxantes.

Bruxismo na Vigília

O Bruxismo da Vigília é um comportamento oral relacionado a momentos de concentração ou tensão. É um hábito subconsciente e muitas vezes passa despercebido. Assim como roer unhas ou mordiscar o lábio, o Bruxismo da Vigília precisa ser identificado o quanto antes. É frequente o paciente passar vários minutos com a musculatura contraída para só então perceber. O tratamento do Bruxismo da Vigília é voltado justamente para esse ponto: conscientização! Aplicativos que lembram o paciente da postura mandibular, lembretes e terapia comportamental frequentemente são empregadas.

Estudos recentes apontam o Bruxismo da Vigília como fator de risco e de manutenção para as DTM.